Top Ad 728x90

ANUNCIE AQUI

TV ITIÚBA

21 de março de 2013

Vereadores descobrem barragem clandestina e ainda flagram funcionários da prefeitura trabalhando em propriedade particular.



Vereadores do bloco de oposição; Otavio Xisto (PMN), Ivan Barbosa (PT), Doutor Jorginho (PSD), Biro Biro (PV) e Gilberto Pires (PSB) encaminharão denuncia ao Ministério Publico contra fazendeiro da Serra da Maravilha.

Desconfiados da comercialização ilegal de água no município, na manhã desta quinta-feira (21), uma comissão formada por vereadores, imprensa e membros da embasa, foram até a região da (Boa Hora) e foi constatado crime ambiental. O proprietário de uma roça fez uma barragem com único objetivo de prender água que sai das nascentes da Serra da Maravilha impedido que outras pessoas possam ter acesso ao preciso líquido.

A ação foi descoberta depois que o vereador Otavio Xisto acompanhado de um funcionário da embasa, se deslocaram até o local na quarta-feira (20) e flagraram dois carros pipas que estavam com adesivos da embasa e do exército sendo abastecidos com água da repressão.

Entenda como funcionava o esquema:

Segundo o blog do clebervieira os proprietários dos caminhões compravam a água do dono da barragem e vendia por mais de R$ 250,00(Duzentos e Cinqüenta Reais). O liquido  era vendido como se a água tivesse sido fornecida pela  embasa.

A comissão esteve no escritório do INEMA, e funcionários informaram que a ação praticada pelo proprietário da roça era ilegal e que na gestão passada houve uma autorização do município para retirada de água para abastecimento. Além de Senhor do Bonfim a água era levada para algumas localidades dos municípios de Jaguarari e Andorinha.

Apesar do INEMA afirmar que  a ação era ilegal, por duas vezes o proprietário da roça citou o nome do MP, na primeira vez disse que tinha autorização do Ministério Publico, já na segunda vez disse que não tinha dito nada. Ao ser questionado por nossa reportagem pra onde água era levada o mesmo não soube dizer. Representante do INEMA deixaram bem claro que o dona da roça não podia de forma alguma comercializar o liquido.


Outra aberração:
Quando a equipe de vereadores chegou ao local flagraram um veiculo da prefeitura de Senhor do Bonfim as margens da estrada, e dentro da propriedade onde fica a barragem clandestina três funcionários da prefeitura fazendo a instalação de um poço artesiano que foi perfurando na mesma propriedade.

Ao ser questionado se o poço artesiano era do município, o proprietário da roça afirmou que não. Perguntamos por quer os funcionários da prefeitura estavam trabalhando na roça, e quem tinha autorizado eles fazerem o serviço elétrico, o mesmo não soube explicar, “eu não sei, acho que foi um Amilton, acho que é Milton, não conheço”, disse ele.

O dona da roça ainda revelou que iria ficar liberando para a prefeitura dos carros   pipas por dia, ele não soube dizer qual o destino da água.

Já os funcionários da prefeitura declararam que haviam recebido ordens do Secretário de Infra-estrutura, Humberto Correia, “Soldado mandado não tem culpa. Agente estava na rua quando o secretário mandou agente vim fazer esse serviço”, declarou um funcionário.

Em contato como o Secretário de Administração, Marcos Conceição, o mesmo revelou que não tinha conhecimento, apenas foi informado que o ex-vereador Amilton Pereira de Castro havia descoberto um poço “Não tenho conhecimento. O Amilton de Castro me procurou e disse que tinha localizado um poço artesiano que foi perfurado há vários anos e que o poço dava 40 mil litros de água hora e que iria mandar reativa, ao ser questionado se o poço estava em área do município, o ex-vereador informou que sim”, disse o secretário.

Por Ivan Silva





0 Comentários:

Postar um comentário

COMENTE AQUI!!!

Top Ad 728x90