ANUNCIE AQUI!

Início do segundo dia de atividades da 5ª Conferência Estadual das Cidades tem palestra de Márcio Pochmann como destaque

O segundo dia da 5ª Conferência Estadual das Cidades da Bahia começou nesta terça-feira, 06, com a plenária dos delegados e, logo em seguida, com a Conferência Magna.

A ocasião contou com a participação de Márcio Pochmann, economista e presidente da Fundação Perseu Abramo, Celso Carvalho, representante do Ministério das Cidades, Graça Torreão, coordenadora do Sistema Viário Oeste da SEDUR, além da presença do Secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia, Cícero Monteiro.

Em um dos momentos mais esperados da Conferência, Márcio Pochmann falou da importância da atividade para o aperfeiçoamento das políticas públicas, através de uma democracia mais participativa.

“Esse encontro é fundamental para tornarmos o país mais democrático. O Brasil conviveu a maior parte de sua história sob regimes autoritários. Dessa forma, esses espaços democráticos se tornam ainda mais imprescindíveis”, afirmou o pesquisador.

Durante sua palestra, Pochmann dividiu o debate em dois momentos. No primeiro deles fez um panorama das cidades mundiais e questão da formação das cidades.

“É importante traçar uma avaliação sobre as cidades no mundo. A cidade hoje tem um papel fundamental, se reinventando a cada dia. Conhecer os modelos praticados fora do nosso país nos dá a opção de encontrar novos caminhos, no intuito de dar o direito a cidade para o cidadão”, afirmou Pochmann.

No segunda parte de sua explanação, Pochmann se ateve a questão das cidades brasileiras e abordou a relação com o lema ‘Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana Já!’.

“A expectativa é que a Conferência consiga transformar esse lema em realidade. Por isso mesmo a necessidade de maior participação. A participação das pessoas na plenária de hoje dá a real dimensão da necessidade desse debate”, finalizou o pesquisador.

Quem também palestrou no evento foi o representante do Ministério das Cidades, Celso Carvalho. Em sua fala, Carvalho falou principalmente sobre a expectativa em relação aos resultados provenientes a Conferência Estadual para a Conferência Nacional, que ocorre em novembro.

“A gente espera que a 5ª Conferência Estadual das Cidades seja produtivo, e eu tenho certeza que será. Do ponto de vista da discussão acerca do Sistema Nacional de Desenvolvimento, a expectativa também vai nesse sentido, para que cheguemos da melhor forma na Conferência Nacional das Cidades”, disse.

Graça Torreão, coordenadora do Sistema Viário Oeste-Leste, da SEDUR, fechou o ciclo dos palestrantes. Em sua fala, Graça Torreão não deixou de abordar a questão da importância do evento e as transformações que já aconteceram no Brasil e na Bahia.

“A força desse fórum está no sentido de promover transformações. Há muita história de luta e muitos avanços também. Não devemos deixar de lembrar que muito já foi feito, no entanto, com toda certeza, há muito o que fazer pelas nossas cidades”, finalizou Graça.

Na tarde desta terça (06), acontecerão os grupos de trabalho por eixo temático. A Conferência estará focada na discussão de quatro eixos temáticos principais: 1 - Participação e Controle Social no Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano; 2 - Fundo Nacional de Desenvolvimento Urbano; 3 - Instrumentos e Políticas de Integração Intersetorial e Territorial; e 4 - Políticas de Incentivo à Implantação de Instrumentos de Promoção da Função Social da Propriedade.

Ascom/Sedur
(71) 3118-3209
Share on Google Plus

About BLOG DO UDENILSON