POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

Tom Araújo comemora 180 anos de Feira de Santana com moção da Assembleia Legislativa



Parabéns Feira de Santana!
São 180 anos de uma grande história!
 
Mas, parabéns principalmente aos feirenses, essa gente forte e guerreira que, por todos esses anos, tem trabalhado e se dedicado para transformar a Princesa do Sertão em uma das maiores cidades do Brasil. Orgulho de todos nós, baianos e brasileiros!

O deputado estadual Tom Araújo (DEM) apresentou moção de congratulações ao povo feirense pelos 180 anos de emancipação política e administrativa da cidade, comemorada neste 18 de setembro. Na moção, Tom Araújo traça o perfil da cidade desde o surgimento da vila, em 1832, até os dias de hoje. “As primeiras medidas para transformar Feira de Santana na cidade que ela se tornou hoje, começaram com a criação da vila em 13 de novembro de 1832.

O município e a vila foram criados no dia 9 de maio de 1833, com a denominação de Villa do Arraial de Feira de Sant’Anna, com o território desmembrado de Cachoeira, constituídas pelas freguesias de São José das Itapororocas (sede), Sagrado Coração de Jesus do Perdão e Santana do Camisão, atual município de Ipirá”, relata o deputado na moção. 

Já a instalação do município ocorreu em 18 de setembro do mesmo ano, quando foram empossados os primeiros vereadores e o primeiro intendente, a partir da Proclamação da República. “A partir daí, passou a ser chamada de Cidade Commercial de Feira de Santana e somente em 1938, oficializou-se a denominação do município como Feira de Santana”, lembra o deputado.

Da pequena vila à grande cidade dos dias de hoje, muita coisa mudou em Feira de Santana. “Hoje, Feira de Santana tem uma população de 606.139 (IBGE - Censo de 2013) e é o principal centro urbano, político, educacional, tecnológico, econômico, imobiliário, industrial e comercial do interior da Bahia e um dos principais do Nordeste, exercendo influência sobre centenas de municípios da região, hoje metropolitana.

Feira de Santana foi a primeira cidade da América Latina a ter um plano diretor para planejar seu desenvolvimento e Infraestrutura; foi eleita pela revista Gazeta Mercantil a cidade mais dinâmica do país acima de 550 mil habitantes; e foi destacada no jornal Folha de Londrina como uma das três cidades que mais crescem no país”, lembra Tom Araújo.

O município tem o 73º maior PIB municipal da nação, o quarto maior na Bahia e o maior do interior do Norte-Nordeste, com R$7,43 bilhões; é um importante centro industrial e comercial do Brasil, com um grande poder de compra e um forte comércio. É sede da rede de lojas grandes e importantes, de grandes construtoras.

A cidade é conhecida mundialmente por sediar o maior carnaval fora de época do país, a Micareta de Feira, e festejos como o São João de São José, São Pedro de Humildes, festa de Nossa Senhora de Sant'Anna, a ExpoFeira, uma das maiores feiras de exposição agropecuária do Nordeste.

Ainda segundo o deputado, Feira de Santana possui expressivos monumentos e é um grande polo educacional, sede de diversas faculdades e universidades, instituições de educação tecnológica e possui mais escolas que várias capitais do país como Natal, Aracaju, Florianópolis, Maceió, Cuiabá, João Pessoa, entre outras. O nome de “Princesa do Sertão” que ostenta até hoje foi dado por ninguém menos que Ruy Barbosa, o Águia de Haia.

Feira de Santana também possui alguns dos melhores índices baianos: o segundo maior acesso à rede de esgoto da região; o maior centro de abastecimento do Norte-Nordeste; além de internet gratuita à população, servindo cerca de 40 mil usuários diários, em média, no município. A cidade é um grande centro de referência regional na área da saúde, conta com vários hospitais públicos e particulares. “Possui mais estabelecimentos de saúde que algumas capitais como Aracaju, Maceió e Cuiabá.

A cidade encontra-se no principal entroncamento rodoviário do Norte-Nordeste brasileiro: é onde ocorre o encontro das BRs 101, 116 e 324, além de várias rodovias estaduais, funcionando como ponto de passagem para o tráfego que vem do Sul, Sudeste e do Centro-Oeste e se dirige para Salvador e outras capitais e importantes cidades nordestinas. Graças a esta posição privilegiada e à distância relativamente pequena de Salvador, possui um importante e diversificado setor de comércio e serviços, além de indústrias de transformação, alimentícias, química, materiais elétricos e de transporte, na produção de biodiesel, entre muitos outros setores.

“Diante do que representa Feira de Santana para o nosso estado e nosso país, é que comemoramos os 180 anos desta importante cidade que tende a crescer ainda mais e a orgulhar os brasileiros e os baianos. Parabéns ao feirense por essa data e por lutarem para construir uma cidade cada vez melhor”, encerrou o deputado.

Ascom
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!