technology

POLICIAL

business

CULTURA

ROSTINHO BONITO, TENTOU ENTRAR NO CONJUNTO PENAL COM UM CELULAR ENFIADO NA VAGINA E SE DEU MAL

Foi presa tentando entrar com um celular dentro da vagina, no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, a Mariza Laurinda Menezes, de 19 anos, moradora da cidade do Prado, que levava o aparelho para o seu companheiro Wagner Alomba, que está cumprindo pena por homicídio.

O celular da marca LG estava com o carregador envolto em algodão e saco plástico e enfiado dentro da vagina de Mariza. Ele foi descoberto durante a revista. 
Desde agosto de 2009 foi sancionada lei que prevê como crime o ingresso de aparelho celular em estabelecimento prisional. Previsto no artigo 349-A, introduzido pela Lei 12.012: “Ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar a entrada de aparelho telefônico, de comunicação móvel, de rádio ou similar, sem autorização legal, em estabelecimento prisional. Pena — detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano.”

Por: Petrina Nunes/Liberdadenews

three columns

cars

ANUNCIE AQUI!

grids

ANUNCIE AQUI

health

ITIÚBA