POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

Bahia decide jogo na bola parada e vence o Galícia

Por Felipe Santana.
Bahia decide jogo na bola parada e vence o Galícia
No último treino antes do jogo, o técnico Marquinhos Santos deu ênfase ao treinamento de bola parada. Pelo visto, na noite desta quarta-feira (5), o trabalho realizou no Fazendão surtiu efeito. Com dois gols de falta, Rafael Galhardo e Anderson Talisca, o Bahia desbancou o Galícia por 2 a 1, no Estádio de Pituaçu, e manteve a liderança do grupo 3.
 
Com oito pontos, o esquadrão volta a jogar no próximo domingo (9), às 17h, contra o Jacuipense, na Arena Fonte Nova.
Início eletrizante e gol do Bahia
O Bahia com menos de um minuto criou a primeira oportunidade. Rafael Galhardo foi até a linha de fundo e cruzou para trás. Rafinha errou o tempo de bola e rolou para trás, onde estava Talisca. O meia bateu forte, mas acertou o adversário.
 
Dois minutos foi tempo suficiente para dois lances duvidosos. Primeiro, pelo lado do Galícia, o volante Teco entrou na área e caiu, após toque de Fahel, que o árbitro considerou legal. Na sequência, em ataque tricolor, Talisca bateu de fora e os atletas reclamaram de toque na mão do adversário, também ignorado por Jailson Macedo Freitas.
 
E, logos 4 minutos, saiu o primeiro gol. Quando todos esperavam o cruzamento, o lateral-direito Rafael Galhardo cobrou falta em direção, enganou a todos, e abriu o placar para o esquadrão em Pituaçu: Bahia 1 a 0.
 
O Galícia esteve perto do empate aos 10 minutos. Após escanteio, o volante Xavier apareceu sem marcação e cabeceou sem direção, pela linha de fundo.
 
A presença de Rafinha deu mais dinâmica de jogo ao Bahia, deixando a equipe mais veloz. Não é à toa que em duas oportunidades o pequenino atacante puxou dois contra-ataques, que poderiam resultador em chances de gol, mas errou no último passe. Aos 20, em jogada individual, Guilherme Santos resolveu mostrar se faz. Criou uma bela jogada individual, passou por dois e obrigou Tigre fazer uma linda defesa, após chute forte de esquerda.
 
O ritmo das duas equipes caiu depois dos 30 minutos. Ainda assim, aos 31, o Bahia esteve perto do segundo. Primeiro, com Talisca, o meia tocou para Marcão e, como salvador da pátria, o zagueiro William cortou. Pouco depois, no chute de Rhayner, o defensor apareceu e evitou que a bola fosse em direção ao gol.

Galícia empata
Davidson foi derrubado por Lucas Fonseca próxima à grande área. O volante Brendon, revelado pelo Bahia, não teve pena da ex-agremiação, encheu o pé e deixou tudo igual: Galícia 1x1 Bahia.

Etapa final
Logo no começo do segundo tempo, o lateral-direito Rafael Galhardo voltou a sentir uma lesão no pé direito e foi substituído. Escolhido, Madson entrou e rapidamente criou a primeira chance tricolor na etapa final. Madson arrancou, aproveitou o espaço e cruzou para área. Antes da finalização de Marcão, que estava livre de marcação, o goleiro Tigre conseguiu desviar. Pouco depois foi a vez de Guilherme Santos aparecer pelo lado esquerdo.
 
O camisa 6 cruzou rasteiro, mas Marcão chegou atrasado e não teve sucesso na tentativa de empurrar para o gol. MArquinhos Santos optou por deixar a equipe mais ofensiva. Trocou o volante Fahel, vaiada pela torcida, pelo estreante da noite, o argentino Emanuel Biancucchi.

Bahia na frente mais uma vez
Em cobrança de falta, de maneira semelhante ao primeiro gol, Anderson Talisca viu o goleiro Tigre adiantado e bateu direto. O arqueiro do Galícia não conseguiu segurar, entrando com bola e tudo. Golaço do camisa 11, colocando o Bahia à frente do marcador mais uma vez em Pituaçu: 2x1.

Aos 27 minutos, o goleiro Marcelo Lomba quase imitou Tigre. Daivdson cobrou falta fechada e o arqueiro tricolor não encaixou. Soltou mas antes da bola entrar, com um tapa, evitou o empate da equipe do Galícia. Ricardo Silva, em desvantagem, colocou um atacante no lugar do volante Teco, e quase foi premiado. Richard Falcão, aos 31 minutos, recebeu na grande área e finalizou por cima da meta.
 
FICHA TÉCNICA:
Galícia x Bahia
4ª rodada - Campeonato Baiano
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 05/03/2014
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos e José Carlos dos Santos
Gols: Brendon (Galícia) / Rafael Galhardo e Talisca (Bahia)
Cartão vermelho: Brendon (Galícia)
 
Galícia: Tigre; Antônio Carlos, Willian, Marcus Vinícius e Jhone;  Xavier (Totinga), Teco (Richard Falcão), Brendon e Davidson; Ancelmo e Pedro Henrique (Elenilson). Técnico: Ricardo Silva.
 
Bahia: Marcelo Lomba; Galhardo (Madson), Titi, Lucas Fonseca, Guilherme Santos; Fahel (Emanuel Biancucchi), Rafael Miranda; Rhayner, Talisca (Uelliton) e Rafinha; Marcão. Técnico: Marquinhos Santos.

http://www.bahianoticias.com.br
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!