POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

Temendo racha da oposição, ACM Neto adia decisão para o fim do mês

Descanso na Praia do Forte não foi suficiente para ajudar o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), a dissipar a dúvida sobre qual candidato - entre Paulo Souto (DEM) e Geddel Vieira Lima (PMDB) -, deve encabeçar a chapa majoritária da oposição ao governo do Estado. O impasse fez Neto, coordenador desse processo, empurrar a decisão para o dia 31.

Neto tem que pensar muito para não ferir vaidades e com isso rachar a oposição. Isso porque se Souto for o escolhido, Geddel já avisou. Não disputará na vaga que sobrar, o Senado. Souto, por sua vez, também não demonstra interesse de ir para Brasília.

Apesar do impasse, Neto ainda trabalha descartando a hipótese de ter duas candidaturas no campo da oposição. "A pressa é inimiga da perfeição. Trabalho com o dia 31, mas essa não é uma data fatal", disse ao Bocão News. Questionado se, assim como o governador Jaques Wagner, ele vai elencar critérios para escolher o candidato, ACM Neto descartou a possibilidade. "A escolha faz parte de um processo de reflexão".

Enquanto Neto diz seguir o caminho da reflexão, Wagner uso de critérios objetivos para optar pelo PP ao invés do PDT. Número de prefeituras, de deputados estaduais e federais foram alguns deles.

Foto: Gilberto Júnior // Bocão News

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!