Top Ad 728x90

ANUNCIE AQUI

TV ITIÚBA

2 de abril de 2014

OS 10 PAPAS MAIS SINISTROS DA HISTÓRIA

basilica_sao_pedro_santuarios_e_lugares-001Ah, o Conclave! Aquela época em que nos tornamos especialistas em Igreja Católica, cardeais, bispos, fumaças brancas e todos os rituais envolvidos na eleição de um novo Papa.
Aproveitei o clima e li o livrinho “The Pocket Guide to the Popes” (link) que conta resumidamente a história dos 264 Papas nesses mais de 2 mil anos.
E olha… tem cada história si-nis-tra. Em qualquer época, século 9, 15, 5, 19, teve um Papa esquisito, seja por ter tido posições muito impopulares, ou por ter sido cruel ou por ter sido doido mesmo.
Separei 10 desses Papas cujas bios são definitavamente inacreditáveis.
Mas atenção: não se trata de um post contra a Igreja Católica, nada disso (até porque nem tenho religião), portanto não se sinta ofendido. É apenas um retrato histórico de pessoas que existiram em épocas diferentes da nossa. Não tem viés não.
Então vejamos:
4BF5D
1. Papa João XII (955 – 964)

Bem, só para começar, esse Papa foi eleito com 18 (DEZOITO) anos, a pedido do rei Alberico II, coincidentemente SEU PAI (era um príncipe que virou Papa). Aí João XII, como todo adolescente, foi para todas as baladas possíveis e passou para a História como um DEPRAVADO (está no livro).
Quando seu pai morreu, apoiou o novo rei e depois resolveu tramar contra ele (não havia muito o que fazer no século 10). O novo rei o destituiu e elegeu um novo Papa, mas João XII conseguiu recuperar seu papado e “mutilou e matou” a turma que o abandonou.
Morreu aos 27 anos, supostamente assassinado por um marido traído (ele estava na cama da amante). Nem Nelson Rodrigues pensaria numa peça de teatro dessas.
Paulo V-002
2. Papa Paulo V (1605 – 1621)

Olha, esse aqui, apesar de ter ficado 16 anos como Sumo Pontífice e tal, num perído mais moderno, a América e o Brasil já tinham sido descobertos, as grandes navegações já eram coisa normal, entrou para a História por um único ato: ter CONDENADO GALILEU GALILEI pela defesa da tese heliocentrista de Nicolau Copérnico (a tese de que a Terra gira em torno do Sol e não o contrário).
Galileu ainda seria condenado de novo (!) por outro Papa, mas aí já nem era novidade. Acabou morrendo na prisão e a Terra continuou girando em torno do Sol.
221922_orig
3. Papa Estevão VI (896 – 897)

Essa é a história mais bizarra do Papa maisBIZARRO que eu li.
O Papa Estevão VI era inimigo de seu antecessor, o Papa Formoso. Depois de 9 meses da morte de Formoso, Estevão (o louco) mandou desenterrar Formoso, vestir e colocar o que restava do cadáver num tribunal e julgar Formoso por perjúrio (?).
Formoso foi condenado (??) e seu cadáver mutilado e jogado no Rio Tibre.
O episódio non-sense ficou conhecido como “Sínodo do Cadáver”, e foi discutido pela Igreja por décadas. Mais tarde o Papa Estevão VI foi deposto e morreu estrangulado.
A Idade Média não era brinquedo, amigo.
Papa 059  Virgilio
4. Papa Virgílio (537 – 555)

Não, olha como esse aqui é conhecido: “o Papa mais CORRUPTO da história da Igreja”.
Estamos no século 6, ainda não estava muito claro se Jesus Cristo era o filho de Deus, enfim. Aí Virgílio aproveitou a ~oportunidade~ para fazer um bom negócio para o seu bolso.
Na época, a Imperatriz Teodora queria muito que a Igreja validasse a chamada “doutrina monofisista”, ou seja, a crença de que Cristo não possuía natureza humana, apenas divina. O Papa Virgílio não perdeu tempo: chegou em Teodora e já colocou um preço na validação da doutrina.
O negócio foi fechado rapidamente.
Sabiniano__papa1
5. Papa Sabiniano (604 – 606)

Em apenas 3 anos de pontificado, Papa Sabiniano conseguiu um título memorável: “o Papa mais IMPOPULAR da história da Igreja”
Só para dar uma idéia, quando ele morreu a turma achou melhor enterrá-lo fora de Roma para evitar protestos e tumulto. E olha que isso foi no ano 606, quando deviam ter umas, sei lá, 300 pessoas no mundo só. Imagina como ele era querido.
Mas isso tem uma explicação: o Papa anterior distribuía comida para a população pobre gratuitamente e Sabiniano teve que começar a cobrar por essa comida para levantar fundos para uma guerra que estava se iniciando. Morreu com fama de avarento.
200px-Urban_VII-001
6. Papa Urbano VII (1590 – 1590)

Tadinho, esse aqui a gente nem ficou sabendo se era sinistro ou não, sinistro foi o que aconteceu com ele.
Papa Urbano VII contraiu MALÁRIA na noite seguinte à que foi eleito e morreu 12 dias depois, entrando para a História como o pontificado mais curto de que se tem notícia.
Para você ver como estamos avançados em termos de prevenção de doenças: naquela época não era necessário ir até uma floresta para se contrair malária, pegava-se até ali no meio do Conclave mesmo.
09-maggio-clemente-viii-ritocc-003
7. Papa Clemente VIII (1592 – 1605)

Os Papas dos séculos 16, 17, eram bem sinistros. Isso porque foi o auge da Inquisição Romana, criada para perseguir os ~hereges~ e jogá-los na fogueira, “simples assim”.
Clemente VIII foi um que tratou de endurecer a tal da Inquisição Romana e entrou para a História como o Papa que MANDOU QUEIMAR o filósofo dominicano Giordano Bruno. Repetindo: mandou queimar (e você aí reclamando do trânsito).
Os registros mostram que seu tribunal ainda condenou mais 30 pessoas à pena máxima “Fogo de Chão”.
3284862_640px-001
8. Papa Sergio III (904 – 911)

Voltamos ao século 10, uma espécie de vale-tudo da humanidade. E um símbolo negativo desta era é o Papa Sergio III, que entrou para a História como o Papa mais CRUEL que já se viu por aí.
Lembra da história do Papa que exumou o cadáver do outro e fez um julgamento para ele? Pois então, Sergio III confirmou o tal “Sínodo do Cadáver”, apoiando a decisão de seu colega crazy.
Ah, e sabe qual foi o primeiro ato de Sergio III? Mandou EXECUTAR seu antecessor, Papa Leão V. Sua sustentação política durante os 7 anos de pontificado? A corrupta família do senador romano Teofilato I. Chega.
Gregory_XVI-002
9. Papa Gregório XVI (1831 – 1846)

Olha aí um Papa recente, século 19, Idade Moderna. Mas Gregório XVI conseguiu entrar para a História como um dos Papas maisREACIONÁRIOS da Igreja Católica (e olha que a concorrência era grande).
Suas principais deliberações: baniu linhas de trem e postes de luz (!) dos Estados Pontifícios (um grande aglomerado de territórios no centro da Itália), proibiu reuniões em locais públicos por temer desafios à autoridade e emitiu uma encíclica com severas críticas aos conceitos de liberdade de imprensa e separação entre Igreja e Estado.
Mas Papa, dá pra tomar uma Kaiser antes?
Gregory_XVI-003
10. Papa Alexandre VI (1492 – 1503)

Esse é imbatível.
Seu título histórico é “o Papa mais INFAMEda Igreja”ou “o Papa da promiscuidade”. Suas marcas registradas: nepotismo, ganância e depravação sexual (!). O Papa era mesmo terrível, teve filhos antes E depois de eleito Papa. Seu Conclave foi marcado por suborno (!).
Sua biografia diz que “pontificou unicamente em benefício da própria família e em busca de riqueza e mulheres”. Gente, isso é biografia de político corrupto, não de Papa. Nomeou um filho e o irmão de uma amante como CARDEAIS.
Aí um sacerdote desavisado chamado Girolamo Savonarola resolveu denunciar as práticas corruptas do Papa. Tolinho, foi excomungado, torturado e morto por Alexandre VI.
A morte do Papa infame não poderia ter sido por causas naturais, claro: morreu envenenado (bem feito).
Mas não é só de Papas bizarros que vive a Igreja. Existem histórias bem mais bonitas que essas, como os que viraram santos, os que morreram no martírio, e os que realmente tentaram fazer do mundo um lugar melhor para se viver.
Mas desenterrar o antecesor, vestir o cadáver e colocá-lo em julgamento? Não dá.
Jean_Paul_Laurens_Le_Pape_Formose_et_Etienne_VII_1870

0 Comentários:

Postar um comentário

COMENTE AQUI!!!

Top Ad 728x90