POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

MONSTRO: Suposto evangélico abusava de criança em Castelo Branco; Devastada, família quer justiça

Estupros ocorreram por quatro meses, sem despertar a desconfiança da família
Foto: Varela Notícias
PAI E MÃE DA CRIANÇA
Devastada. É assim que se encontra a família de A. J. S, uma garota de seis anos que vinha sendo abusada sexualmente do vizinho da família, há cruéis quatro meses, no bairro de Castelo Branco.

Quatro dias após descobrir o crime, a família, além de vizinhos e conhecidos, não quer outra coisa, senão justiça. Nem que seja com as próprias mãos.

“Pode ter uma viatura parada do meu lado. Se ele estiver na minha frente, eu mato”, desabafou o pai, seu Djavan Paulo Santos de Oliveira, ao Varela Notícias.
Mãe da criança - Foto: Varela Notícias
Mãe da criança – Foto: Varela Notícias
Tudo começou após a criança se queixar de dores no último domingo (04). Depois de uma briga em casa, a garotinha acabou desabafando sobre os abusos que sofria há quatro meses do vizinho e amigo próximo da família, Raimundo José Silva de Assis.

Com cerca de 35 anos de idade e passado desconhecido, ele conheceu os pais da vítima há seis meses e alugou uma casa da família, que fica ao lado do imóvel onde a criança mora. O estupro acontecia quando os pais da garota saíam para trabalhar. Raimundo usava seu computador como isca para atrair a criança.
Foto: Varela Notícias
“Confiávamos nele totalmente. Falava a palavra de Deus pra gente, dava muitos conselhos. Dizia pra gente não alugar a nossa casa pra qualquer pessoa. Nunca imaginamos isso”, disse dona Patrícia dos Santos de Jesus, mãe de A. J. S, ao VN.
Pai da criança - Foto: Varela Notícias
Após a criança ter contado sobre os estupros, seu pai tentou encontrar o acusado, mas já não o achou: “Eu saí pra querer matar, mas eu não encontrei. Fui à casa dele, mas não encontrei ele pra matar ele. Depois meu padrasto chegou e a gente foi até a polícia. A Polícia Civil disse que não tinha ‘pessoal’ pra averiguar o caso. Fomos até uma blitz da Polícia Militar e chamamos a polícia”.

Ele foi levado à DERCA (Delegacia Especializada em Crimes contra Crianças e Adolescentes) e atualmente se encontra no Complexo Penitenciário da Mata Escura.
Foto: Varela Notícias
Raimundo, que se dizia evangélico e frequentava uma Igreja Evangélica próxima da sua rua, foi encontrado na mesma noite, na casa de uma pastora identificada somente como Solange.
Homem acusado de estupro
Homem acusado de estupro
“Confiávamos nele totalmente. Falava a palavra de Deus pra gente, dava muitos conselhos. Dizia pra gente não alugar a nossa casa pra qualquer pessoa. Nunca imaginamos isso”, adicionou a mãe de A. J. S.

A garota passou por exames de corpo de delito e a polícia recolherá roubas e pertences que possam ajudar na investigação.

“Agora eu só quero justiça, é cruel, desumano. Só quero justiça. Nenhuma criança merece passar por isso. Nenhum pai cria um filho pra ser estuprado”, concluiu dona Patrícia.

Vizinhos invadiram nesta quarta-feira (07) a casa na qual Raimundo morava e queimaram pertences do acusado. Nenhum fogo, entretanto, poderá destruir as memórias da vítima inocente.
Casa de Raimundo foi invadida e queimada - Foto: Varela Notícias
Casa de Raimundo foi invadida e queimada 
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!