POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

Marcos Mendes desmente PT sobre adesão do PSOL baiano à Dilma

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.n4IvFbBpUy
Após o PT baiano anunciar  que representantes do Psol participariam de ato de apoio à Dilma Rousseff no segundo turno, o presidente estadual do partido, Marcos Mendes, afirmou que desconhece que militantes tenham decidido aderir à candidatura da petista. “Para mim isso é novo. Existe uma discussão nacional do Psol, falamos porque não apoiaríamos a candidatura de Dilma Rousseff. Estamos em uma situação muito difícil, nenhum dos dois candidatos nos representa”, disse Mendes, que disputou o governo do Estado na eleição deste ano. O psolista destacou que apesar de não se manifestar a favor de Dilma, o partido se posiciona contra a o postulante do PSDB, Aécio Neves, visto como “um retrocesso”. “A gente sabe que o PT trabalhou com neoliberalismo, mas o Aécio é mais conservador ainda. Daí da gente participar de um evento em apoio à Dilma? Eu como presidente estadual, não acredito”, afirmou. Mendes lembrou ainda que alguns correligionários, como o deputado estadual Marcelo Freixo (RJ) e Jean Willys (RJ), declararam “voto crítico” à presidente, mais como uma forma de impedir a chegada do tucano ao Palácio do Planalto. “[Apoiar Dilma] Não foi orientação do Psol. Você pode ter, por exemplo, Marcelo freixo e Jean Willys que declararam voto crítico e afirmaram que farão oposição à esquerda e que jamais participariam do governo dela. Agora declarar apoio em evento, aí já é demais. Se algum militante participar, cabe fazer uma reunião com a direção do partido e ver que atitude pode ser tomada”, pontuou. (BN)

Via Portal de Notícias Net
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!