POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

O NIM INDIANO: UM PROBLEMA PARA A CAATINGA

Á arvore “nim” (nome científico: Azadirachta indica A. Juss.) é uma espécie exótica, originária da sul da Ásia. Na Índia, é bastante utilizada por adeptos da fitoterapia por possuir propriedades farmacológicas. A planta foi introduzida no Brasil na década de 1980, com o intuito de trabalhar como um pesticida em lavouras, mas se tornou uma planta com alto poder degradante. Tem sido bastante usada, especialmente na região do Vale do São Francisco no paisagismo urbano de ruas e calçadas.

O que poucos sabem, é que o nim, somente pelo fato de não ser uma espécie nativa do Brasil e muito menos da Caatinga, já representa uma ameaça. Ela tem se adaptado muito bem ao clima semiárido, respondendo bem até quando não recebe água regularmente. Isto se deve ao fato da árvore conseguir acessar a água do solo, com suas raízes profundas. Possui crescimento relativamente rápido, fornecendo sombra com poucos meses após o plantio. O crescimento rápido, a copa vistosa e o perfume de suas flores têm convencido cada vez mais os moradores a plantarem o nim em suas calçadas.

Um dos principais problemas causados pelo nim é o efeito de seu principal princípio ativo: a Azadiractina. É uma substância comprovadamente inseticida. Possui ainda efeitos sobre a reprodução de insetos nativos, inibindo sua a reprodução. Particularmente, as abelhas nativas, que são de extrema importância na polinização e se adaptaram ao longo de milhões de anos a polinizarem as espécies vegetais nativas estão sendo dizimadas pela presença do nim.

Um estudo realizado na Índia em 2013 faz um relato de caso de um humano que foi intoxicado após ter ingerido uma quantidade de 20 ml de óleo de nim, inclusive um dos sintomas foi a perda da consciência e convulsões. Um experimento com ratos concluiu que o nim foi responsável pela perda da capacidade reprodutiva temporária após a inserção do extrato de nim.

Neste sentido, propomos a substituição do nim por espécies nativas do bioma Caatinga, na arborização da cidade. Muitas espécies nativas são capazes de oferecer sombra em nossas calçadas, e ainda não oferecem risco à encanação, pois possuem raízes pivotantes, que crescem verticalmente. A substituição não deve ser súbita. À medida que a espécie nativa for crescendo, uma poda preventiva pode ser realizada no nim. Assim você não ficará sem sombra.

Vamos ajudar o nosso bioma! A Caatinga precisa da ajuda de todos nós. E esta é uma pequena forma de você contribuir. Para você que se interessou pela proposta, as mudas de espécies de árvores nativas do bioma Caatinga podem ser obtidas gratuitamente no Centro de Referência Para Recuperação de Áreas Degradadas da Caatinga (CRAD), que está localizado no Campus de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Vale do São Francisco. O fone para contato é (87) 2101.4823. Agende sua visita e plante a sua muda!
Augusto Bentinho

UNIVASF - Universidade Federal do Vale do São Francisco
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!