POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

BAHIA: JUSTICEIROS MATAM QUATRO SUSPEITOS DE ESTUPRO E MORTE

A POPULAÇÃO REVOLTADA “FECHOU” UM CARRO QUE LEVAVA UM DOS SUSPEITOS, FORÇOU A IDENTIFICAÇÃO DOS COMPARSAS E FEZ JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS.


Três homens e um menor foram assassinados com requintes de crueldade no último final de semana, por uma multidão revoltada com a morte da agente de saúde Lecy Mendes Brito, depois de brutalmente estuprada, na terça-feira, 17/11.

O linchamento aconteceu no município Camamu, no Sul da Bahia, na sexta-feira, 20/11. Os elementos mortos são conhecidos como “Das Aranhas”, “Índio”, “Tatu” e um menor. Mas há suspeita que ainda faltam dois, que estão foragidos.

Foram momentos de terror, para a população do Distrito de Acaraí e da comunidade da Brahma, município de Camamu. Populares revoltados desceram a lenha nos suspeitos, com sanha e sede de vingança.
Um dos suspeitos havia sido detido pela polícia para prestar depoimentos, mas por ser menor foi liberado. Uma multidão cercou o carro onde o “de menor” estava e o mataram sem dó nem piedade. Um parente do rapaz que estava no mesmo carro conseguiu fugir.


Sabendo da identificação dos demais suspeitos, o povão partiu pra cima, levando os cabras para o local onde a moça foi morta, completando o serviço de linchamento, inclusive ateando fogo nos corpos e arrancando os órgãos genitais de um deles.

A ação foi muito rápida e a polícia que só contava com três agentes da Polícia Civil e 2 militares, não pode fazer nada para impedir a investida dos “vingadores”.

Ações como essa, de fazer justiça com as próprias mãos, não é recomendada e gera controvérsias e deixa bem claro que o Estado não está fazendo bem o seu dever de casa, que neste caso seria proteger o cidadão de bem contra investidas do mundo do crime.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!