POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

Deputado estadual David Rios (BA) quer instituir semana estadual contra a microcefalia

Dep. Estadual Davi Rios (PROS-BA)

Com a intenção de conscientizar a população sobre a microcefalia, para um melhor combate e prevenção, o deputado estadual David Rios (PROS-BA) apresentou um Projeto de Lei que institui a Semana Estadual de Prevenção e Combate à Microcefalia, enfermidade que vem preocupando o Ministério da Saúde, depois que foram notificados 739 casos suspeitos em 160 cidades de nove estados do país.

Normalmente diagnosticada no começo da vida, a microcefalia faz com que o bebê nasça com o crânio menor do que o normal. O parlamentar, que também é medico, explicou que as crianças com microcefalia têm problemas de desenvolvimento. “Não há tratamentos para a microcefalia, mas alguns procedimentos realizados desde os primeiros anos melhoram o desenvolvimento e a qualidade de vida. A microcefalia pode ser causada por uma série de problemas genéticos ou ambientais. Vários fatores podem provocar a anomalia: a má nutrição das mães, o uso de drogas e álcool durante a gravidez e doenças como rubéola e toxoplasmose”, informou o parlamentar.

Pelo projeto do deputado, a Semana será realizada anualmente, a partir de todo 23 de Outubro. Para viabilizar o evento, o Governo do Estado, através da Secretária Estadual de Saúde (Sesab), poderá firmar convênios com instituições públicas e privadas, entidades sociais e educacionais, associações e organizações nacionais e internacionais e com órgãos dos governos federal e municipal.

Ocorrências

A principal hipótese para o surto de microcefalia no Brasil, que atinge principalmente a região Nordeste, é o contágio por zika vírus – identificado no país pela primeira vez em Abril. O maior número de ocorrências de microcefalia ocorreu em Pernambuco (487). Depois de Pernambuco, os estados com mais registros são Paraíba (96), Sergipe (54), Rio Grande do Norte (47), Piauí (27), Alagoas (10), Ceará (9), Bahia (8) e Goiás (1). Há uma morte sendo investigada, no Rio Grande do Norte.
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!