POLICIAL

[POLICIAL][threecolumns]

POLÍTICA

[POLÍTICA] [threecolumns]

ANUNCIANTES

Romário voltou a ser alvo de questionamentos sobre ter uma conta bancária na Suíça nesta semana. O senador (PSB-RJ) foi citado em uma suposta gravação pelo advogado de Nestor Ceveró, Edson Ribeiro.

Em entrevista ao jornal O Globo desta sexta (27) o ex-jogador disse que já teve conta no banco suíço BSI. Ainda na manhã desta sexta, Romário se pronunciou pedindo à Procuradoria Geral da República para que as autoridades brasileiras provoquem uma abertura de investigação na Suíça sobre a sua suposta conta bancária.

"Quando eu jogava na Europa, tive conta no BSI. Só não sei o ano", disse o senador ao jornal. Romário ainda ressaltou não se lembrar ao certo quando a conta foi fechada. "Eu não me lembro, mas acredito que se a conta não é movimentada, ela é fechada automaticamente", completou o ex-jogador, que atuou na Europa entre 1988 a 1994, quando jogou pelo PSV (Holanda) e Barcelona.

Romário ainda voltou a negar qualquer irregularidade e disse que a citação de seu nome na gravação que levou o senador Delcídio do Amaral (PT) à prisão não passa de "fanfarronice do senador".

"É fanfarronice dele (Delcídio) ter me colocado nessa história. Em relação ao que o advogado fala, a gente está vivendo um momento diferente no Brasil. Não se pode dar credibilidade a bandido, vagabundo. Ouviram o meu nome na gravação que foge completamente do assunto que esses vagabundos estavam fazendo lá. Estou tranquilo porque eu não devo porra nenhuma a ninguém e não tenho conta na Suíça", completou.
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
A N U N C I E A Q U I
ANUNCIE AQUI!