Top Ad 728x90

TV ITIÚBA/ITIUBENSE

30 de janeiro de 2016

,

Pastor Edimar confessa o duplo homicídio a golpes de pedra: “eu não mandei, eu fiz"

04 pastor


Eu não mandei, eu fiz. Não tenho mais nada a declarar”. Estas foram as primeiras palavras do pastor Edimar da Silva Brito, 37, à imprensa de Vitória da Conquista, onde ele chegou por volta das 23h desta terça-feira (26), depois de ser preso no sul da Bahia. Com as declarações diante da imprensa, Edimar confessa ao público que matou a golpes de pedra a pastora Marcilene Oliveira Sampaio Souza, 38, e a prima dela, Ana Cristina Santos, 36, no dia 19 de janeiro de 2016, em Vitória da Conquista. 


O pastor chegou na cidade acompanhado apenas de policiais — o advogado dele, Antonio Rosa irá a delegacia nesta quarta-feira pela manhã. Edmar estava escondido na fazenda onde um irmão dele trabalha, na área do município de Ibicuí. 
O cerco, que durou mais de 20h seguidas, conforme relatou o delegado Marcus Vinícius de Morais, coordenador da 10ª Corpin (Coordenadoria de Polícia do Interior), teve início em Floresta Azul, cidade vizinha a Ibicuí. “Diligenciamos por 20h seguidas, percorrendo 835 km para efetuar a prisão. 
Após tantos dias em fuga, o foragido não resistiu à pressão imposta, sobretudo hoje, e resolveu se entregar diante do cerco policial, na presença do seu advogado”, declarou o delegado. 

Fonte: Suíça Baiana
Via: Blog Ferraz e o Povo

0 Comentários:

Postar um comentário

COMENTE AQUI!!!

Top Ad 728x90