ANUNCIE AQUI

Durante uma sessão da Comissão de Educação na Câmara dos Deputados, em Brasília, na quarta-feira (22), o líder do PSL da Casa, Delegado Waldir, afirmou que a “Bahia é um lixo”.

Ele ainda completou dizendo que o lixo era governado pelo PT, se referindo ao governo estadual que é comandado por Rui Costa (PT). Um colega precisou conter as ações do deputado goiano, que estava visivelmente alterado.

A confusão contou com a participação de membros da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) na sessão.

Aos gritos, o parlamentar ainda chama os estudantes presentes de “maconheiros”.

Parlamentares do PSL tentaram impedir que a presidente da sessão, a deputada Professora Marcivania (PCdoB-AP), questionasse o ministro da Educação, Abraham Weintraub. O titular do MEC disse que não iria falar com os estudantes.

Enquanto transmitia em suas redes sociais o que acontecia na comissão, a deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA) foi atacada pelo delegado Waldir, que, aos gritos e usando palavras de baixo calão, dizia que a parlamentar e os estudantes não falariam.

Para ela, o episódio é mais uma prova do alto grau de intolerância que tomou conta do Parlamento. “Essa é a realidade que estamos vivendo na Câmara. Agressões, nenhuma resposta ao que perguntamos. Apenas tergiversações ideológicas, achincalhes políticos”, pontuou Alice Portugal.


blogdosena Foto: Agencia Senado
Postagem Anterior Próxima Postagem
D
ANUNCIE AQUI