Select Menu

Slider


O que era só uma questão de tempo foi consumado nesta sexta-feira (4) em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Os comunistas conquistenses romperam com os petistas e entregaram os cargos na prefeitura, comandada pelo PT há 20 anos. 

O fim da aliança, desde que os petistas assumiram pela primeira vez o comando do terceiro maior município da Bahia, em 1996, está justamente na vontade de os comunistas administrarem a cidade. Com o rompimento, o deputado Jean Fabrício Falcão (PCdoB) deverá se candidatar nas eleições de 2016 à sucessão do prefeito Guilherme Menezes (PT), que está no seu quarto mandato e pretende emplacar mais um petista para governar o município e cravar 24 anos ininterruptos de gestão petista.

Atualmente, os comunistas detêm três secretarias municipais - de Serviços Públicos [Élvio Nunes Dourado], de Desenvolvimento Social [Miguel Arcanjo Felício de Jesus], além da Assessoria Especial do Gabinete Civil [Hudson José de Almeida Castro] e uma Gerência de Esportes [Danillo Kiribamba]. “Os cargos já estão à disposição do prefeito Guilherme Menezes”, afirmou o presidente do PCdoB municipal, vereador Andreson Ribeiro Alves, em entrevista ao Blog do Anderson.

BOCÃO NEWS
-

O gestor garante que não teme o confronto, e sim condições financeiras para disputa, não pretendendo usar a máquina publica para buscar a reeleição,

O prefeito do Município de Queimadas, Tarcísio Pedreira (PR), reuniu aproximadamente 100 lideranças políticas na noite de quarta-feira, 1º, em um espaço privado no centro da cidade para anunciar que não irá concorrer à reeleição no próximo ano.

tarcisio anuncia desistência da reeleição -9- foto- raimundo mascarenhas
A notícia pegou muita gente de surpresa, pois a decisão, para muitos correligionários é sem motivos, já que na opinião de muitos deles, não existe desgaste aparente a tal ponto, quando faltam 1 ano e seis meses para conclusão do mandato.

tarcisio anuncia desistência da reeleição - 1- foto- raimundo mascarenhas

O prefeito que tem apenas 37 anos de idade, ingressou na vida pública quando se elegeu vereador aos 21 anos, se reelegeu como o mais votado na história, foi convocado para fazer parte da chapa na condição de vice de Serginho e em seguida candidato a prefeito, se elegendo em 2012 com 6.615 votos – 47,43%, disse ao público presente que não tem condições financeiras para encarar uma campanha e não pretende tirar dinheiro do erário público para esse fim.

Por alguns momentos do discurso chegou a se emocionar.
Por alguns momentos do discurso chegou a se emocionar.
“Foi uma decisão antes de mais nada, pensada, bastante analisada desde o início da nossa gestão, eu vinha analisando as dificuldades e percebendo o histórico que o nosso município tinha, tipo atraso de salários, fornecedor que não despachava, funcionários que não recebiam o décimo terceiro salário, e depois da nossa gestão conseguimos regularizar tudo isso e depois de mais de 15 anos, com os outros gestores apresentando rejeição de contas nos tribunais, nós também  encerramos esse triste ciclo quando tivemos nossas contas aprovadas, só que a dificuldade de administrar é muito grande, até pela crise que a União e o Estado enfrentam sem poderem ajudar os municípios em absolutamente nada, eu resolvi não sair candidato a reeleição porque tenho certeza se saísse candidato  iria usar a máquina pública, porque como sou um político que não me beneficiei do poder, pois acho ilegal, tenho minha vida humilde e tranquila sem enriquecimento nenhum, sem fazenda, sem dinheiro, sem status. Portanto eu acho que para o momento que o pais vive, município do porte de Queimadas ter um prefeito em busca de reeleição é decretar a volta de anos atrás de históricos negativos” avaliou o prefeito.
Eleitores fiéis aceitaram a ideia com certa tristeza.
Eleitores fiéis aceitaram a ideia com certa tristeza.
Tarcísio falou que sua decisão não tem volta, garantiu que o ritmo de trabalho continuará sendo da mesma forma, pois precisa honrar a confiança daqueles que lhe elegeram e pediu para o grupo permanecer unido e quem estiver melhor aceito nas pesquisas ele apoiará, mas também já deixou claro que não haverá apoio com investimentos e uso da máquina pública. ‘Tenho consciência que muitos vão está dizendo que a desistência de concorrer a reeleição é por não ter chances, quanto a isso não me abala, eleição se ganha ou se perde, tenho procurado honrar os compromissos, mas infelizmente nem sempre temos nossos esforços compensados, mas deixarei a Prefeitura organizada como não encontrei.


OBS: foi dito final do mandato 31 de dezembro de 2015, mas o correto é 2016.

Opinião dos lideres
O CN acompanhou o encontro entre o prefeito e as lideranças e ouviu a opinião de algumas lideranças.
Lícia garante que para o Distrito de Riacho da Onça é um grande gestor
Lícia garante que para o Distrito de Riacho da Onça é um grande gestor
A vereadora da base governista Licia de Litinho disse que a notícia não foi boa, pois segundo ela, um jovem com 37 anos, faltando um ano e meio para findar o governo anunciar que não sairá candidato a reeleição é muito difícil. “Por outro lado achei uma decisão de muita humildade, ele é muito sério, pensa no bem estar das pessoas, e se ele entende que não tem mais condições de continuar , então ele tem que procurar uma pessoa com boas intenções para continuar o desenvolvimento do município,” disse a vereadora.

Pininho pode ser um dos nomes na sucessão, mas garante que no momento não pretende.
Pininho pode ser um dos nomes na sucessão, mas garante que no momento não pretende.
O vice prefeito Agripino Ramiro dos Santos (PMDB) conhecido por Pininho também lamentou a decisão de Tarcísio, principalmente pela idade, segundo ele tendo muito o que oferecer ainda, “mas por outro lado eu parabenizo ele principalmente quando diz abrir mão da reeleição para não fazer uso do dinheiro público, pois os recursos são poucos, temos um desgaste muito grande, talvez o maior em fama de desvio da verba pública e Tarcisio não tem esse perfil”, afirmou o vice.
Questionado se ele poderá ser um candidato do grupo, ele disse que no momento não, entretanto não descartou o futuro. Mas cogita se manter no grupo firme e tentar buscar um nome forte para dar sequência a um trabalho transparente e honesto.

Para Renatinho uma atitude coerente, mas pouco comum para quem está com a ficha limpa.
Para Renatinho uma atitude coerente, mas pouco comum para quem está com a ficha limpa.
O presidente da Câmara Renato Verjão, Renatinho do Será como é conhecido, disse que é pouco comum um prefeito tipo Tarcisio com um administração equilibrada anunciar faltando um ano e meio para encerrar o mandato que não será candidato,  quando ele reúne todas condições para isto, com contas aprovadas, trabalho prestado, ficha limpa, “mas ele é um jovem que se posiciona contra reeleição por entender que não maioria das vezes tem contribuído para afundar o município, e ele prefere recuar. Não posso deixar de admitir que foi uma decisão sabia dele, eu acredito que o grupo tem candidato forte para continuar esse belo trabalho” pontuou Renatinho.
Questionado se ele não pode ser um dos nomes, Renatinho disse não, pretende buscar a reeleição novamente para a Câmara, enquanto isso se prepara um pouco mais, quem sabe no futuro ele possa pensar no cargo mais alto.

Mário Regis lamentou a desistência de Tarcísio até pela sua juventude, pois tem muito a fazer ainda pelo Município.
Mário Regis lamentou a desistência de Tarcísio até pela sua juventude, pois tem muito a fazer ainda pelo Município.
O vereador Mário Regis disse ter ficado surpreso com a decisão de Tarcisio, porque nunca um prefeito tomou essa decisão, “ o que temos visto por ai são muitos prefeitos ambiciosos, que brigam e querem ser candidato a todo custo, e não é o caso de Tarcisio que pensa no bem de Queimadas, no futuro do Município. Parabéns pra ele, mas é uma decisão que dói por ser um prefeito jovem que desiste quando poderia continuar lutando, mas ele tomou esse decisão que assim seja”, finalizou Mário.

Heyde desponta como um dos nomes, a ser apoiado por Tarcísio, mas precisa ser a melhor nas pesquisas internas do grupo.
Heyde desponta como um dos nomes, a ser apoiado por Tarcísio, mas precisa ser a melhor nas pesquisas internas do grupo.
A ex-prefeita Heyde Caires viu como uma decisão precoce, mas ela disse ao Calila que algumas pessoas no grupo já sabia e comentava a cerca de quatro meses essa decisão, “então ele foi amadurecendo, acho que na realidade depois de ser vereador por dois mandatos seguidos, vice-prefeito e prefeito consecutivamente, entendeu que a vida dele agora deve tomar outro rumo. Achei muito sabia e muito honrosa, quando coloca a preocupação em não sair candidato a reeleição sobretudo para não usar a máquina em beneficio próprio.” Elogiou ex-prefeita.

Heyde administrou Queimadas entre 2001 e 2004 disse a Tarcísio que ele é um herói, pois ela na ocasião  não desejava se candidatar a reeleição, mas não encontrou ninguém para assumir e teve que encarar. Ela aparece como um dos nomes futuros.

Secretário Leomir disse que quer ser a última opção do grupo, mas está firme.
Secretário Leomir disse que quer ser a última opção do grupo, mas está firme.
Leomir secretario de Educação é outro que deve ser avaliado dentro do grupo no futuro, ele disse que só entra depois que passar por todos nomes possíveis, pediu para ser o último dos últimos a ser convocado.
Leo disse que Tarcisio tem um índice de rejeição baixa, é uma pessoa que tem carisma e quem possui essa característica não tem rejeição e é visível o trabalho de Tarcísio pelo Município. “Chegando em Santaluz, Cansanção, pode dizer que a infraestrutura desses municípios são melhores que Queimadas, tem mais calçamento, ruas asfaltadas, mas olhem o comercio dessas cidades e olhem o nosso nos últimos anos, bem maior e mais movimentado, e isso é fruto do que  todo mês se joga na praça dois milhões de reais, dois milhões e meio, e isso é governar, coisa que você Tarcisio faz com muita serenidade e tranquilidade” finalizou.

Dolores disse que vinha tendo diálogo constante sobre a decisão."Está cada vez mais difícil governar".
Dolores disse que vinha tendo diálogo constante sobre a decisão.”Está cada vez mais difícil governar”.
A população de Queimadas sabe da cumplicidade entre o prefeito Tarcisio e sua família, de maneira especial o respeito pela sua mãe Dolores, mulher atuante, conselheira, disse estar de coração partido pela decisão tomada pelo filho, “ é uma decisão que foi muito discutida, mas ele não vai sair da política nem abandonar os amigos, vamos pra luta no mesmo jeito para ele fazer o sucessor com fé em Jesus.” disse Dolores.








Fonte: CN * fotos: Raimundo Mascarenhas
-
Um homem foi preso na manhã desta terça-feira (30) suspeito de ter estuprado uma criança de 9 anos no bairro Mangabeira, em Feira de Santana. Paulo Reis dos Santos, 37 anos, frequenta a mesma igreja evangélica da vítima, no mesmo bairro.

Policiais militares da viatura Sertão 21 da 66ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), sob o comando do soldado Danilo Santos, recebeu um comunicado do Cicom de que um homem estava sendo espancado por populares daquele bairro. Ao chegar, encontrou o suspeito com o nariz e a boca sangrando.

Paulo Santos foi socorrido pelos policiais para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e, após receber atendimento, foi encaminhado à Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), onde foi autuado em flagrante pela delegada Milena Calmon.

Ao site Acorda Cidade, Paulo Santos negou a acusação. Ele disse que o menino sempre ia à casa dele após os cultos e que os pais da criança não sabiam.

“Ele falou que eu fiz, só que eu não fiz nada. Ele queria que eu fizesse. O errado foi eu que aceitei ele na minha casa, mas não fiz nada. Ele ia na minha casa de noite quando acabava o culto e me pediu para não falar com a mãe dele. Outras pessoas da igreja também iam na minha casa após o culto para tomar café. Sou evangélico da igreja pentecostal no bairro Mangabeira”, afirmou.

Já em depoimento para a delegada Milena Calmon, o suspeito confirmou que praticava o crime. Ela afirma que não há dúvidas de que houve o abuso.

“Ele foi apresentado em flagrante, ouvimos a vítima, que contou detalhadamente a ação criminosa e, ao ser interrogado, o suspeito confirmou a versão da vítima e admitiu ter abusado da criança. O que se percebe é que a criança já estava acostumada. Foram mais de quatro relações e o menino já encarava como uma coisa normal, mas sem dúvida houve o abuso”, afirmou.

A mãe da vítima, de acordo com a delegada, compareceu à delegacia desesperada e chorando muito, onde contou como descobriu que o filho estava sendo abusado.

“Ela teria descoberto, através da própria da vítima, que teria chegado por volta das 22h de ontem em casa sem o sapato, após voltar da igreja. A mãe indagou onde estava o sapato e de quem era a sandália que ele estava usando. A vítima informou que era do Paulo. A mãe o pressionou e ele acabou dizendo o que aconteceu”, relatou a delegada, acrescentando que o suspeito será encaminhado ao presídio regional de Feira de Santana.
A pastora Maria Santos esteve na delegacia e confirmou que Paulo Reis dos Santos frequentava a igreja. Ela disse que nunca desconfiou do comportamento dele e informou que o suspeito tem problemas mentais.

“No momento ele não estava frequentando meu ministério. Ele está em outra igreja. Fiquei surpresa, pois conheço Paulo há mais de 10 anos. Ele tem problemas mentais. A igreja não sabe nem o que falar diante dessa situação. Ele conhece a palavra do Senhor, sabe que isso não agrada. Isso não vem de Deus. A gente sofre, mas não pode fazer nada. A palavra de Deus diz que a gente tem que pagar pelo que faz. Quando eu soube fiquei desesperada”, lamentou.

Fonte: Acorda Cidade
-
O deputado Heráclito Fortes (PSB-PI) foi cercado e derrubado nesta terça-feira (30) em um dos acessos ao Salão Verde da Câmara durante uma manifestação contra a proposta de redução da maioridade penal. Dezenas de estudantes criticavam as limitações de acesso às galerias do plenário da Casa quando ocorreu o tumulto.

Policiais legislativos tentaram isolar o parlamentar, mas ele foi cercado e empurrado por um manifestante. O deputado caiu no chão e ficou estirado por alguns segundos, mas, com o auxílio de seguranças, se levantou e cruzou rapidamente a porta que dá acesso ao corredor.

Policiais legislativos chegaram a utilizar spray de pimenta para conter um grupo de manifestantes ligado à União Nacional dos Estudantes (UNE) e à União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) que tentou forçar a entrada na Câmara pela portaria do Anexo 2.

A PEC da Maioridade Penal foi aprovada, no último dia 17, por 21 votos a 6 na comissão especial destinada a analisar o tema. Ela reduz a maioridade para os crimes considerados hediondos, como estupro, latrocínio e homicídio qualificado (quando há agravantes). Para ser aprovado o texto da PEC precisa de, no mínimo, o voto de 308 deputados em duas votações no plenário da Câmara. Caso seja aprovada, a proposta segue para o Senado.

Fonte: Portal de Notícias.Net
-


O dono das construtoras UTC e Constran, Ricardo Pessoa, disse em sua delação premiada que fechou diretamente com o senador e ex-ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB-MA), o repasse de R$ 1 milhão em propinas e que o acerto, segundo ele, incluía atender com atenção especial a pedidos de doação eleitoral feitos pela cúpula do PMDB no Senado. 
 
Na Bahia, a direção do PMDB ganhou R$ 300 mil da UTC, conforme os registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e a direção nacional do partido, mais R$ 500 mil. Na época que Lobão era ministro, de acordo com Pessoa, a suposta propina milionária serviria para garantir contratos de consórcio integrado pela UTC nas obras da usina nuclear Angra 3, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.
 
Um consórcio formado por UTC, Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e Odebrecht — todas investigadas na Operação Lava-Jato e suspeitas de integrarem o “clube do cartel” — executa as obras. O grupo venceu uma concorrência no fim de 2013 para obras em Angra 3, no valor de R$ 3,1 bilhões. Por ter saído vencedor, o consórcio optou por um pacote de obras que inclui edificações não nucleares, no valor de R$ 1,75 bilhão.
 
Ainda de acordo com o jornal, o dono da UTC disse ter interpretado que o acordo da suposta propina a Lobão deveria estender benefícios aos caciques do PMDB no Senado. Os registros das doações no TSE corroboram o que Pessoa afirmou na delação.

Bocão News
-

NOSSA PÁGINA

TV ITIÚBA