• CAMAFORRÓ

  • VEJA......

  • Palestra com Dra. Louise de Melo Diamantino Gomes - Juíza Direito da Vara da Infância e Juventude!!!...

    VEJA......

  • Acidente na BR-407, em Ponto Novo ceifa a vida de três pessoas de Itiúba-BA!!!!!...

    VEJA......

  • ITIÚBA: MORADORES DE RÔMULO CAMPOS INTERDITAM A BA -381!.....

    VEJA......

  • ITIÚBA-BA: PREFEITO BANGA NÃO CUMPRIU ACORDO ASSINADO A TRÊS MESES E MORADORES INTERDITAM BA-381 POR TEMPO INDETERMINADO!!!!...

    VEJA.....

domingo, 24 de maio de 2015

Pessôa vai entregar a Janot lista de políticos que receberam propina da Petrobras



O dono da UTC, o baiano Ricardo Pessôa, pretende enviar ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot uma planilha com o nome dos políticos que recebiam propina desviada da Petrobras. Há duas semanas, Pessôa ficou irritado quando seus advogados não conseguiram abrir a tal planilha no computador para mostrar aos procuradores. De acordo com a coluna Expresso, da Época, Pessôa promete, também, entregar imagens dos políticos que visitavam seu escritório para pegar a dinheirama desviada da Petrobras.

B.N

Acidente na BR-407, em Ponto Novo ceifa a vida de três pessoas de Itiúba-BA!


Por volta das 20:00hs deste sábado (23) aconteceu um acidente na BR 407 em Ponto Novo, em frente ao Restaurante do Ivan e a Churrascaria Santo Antonio, envolvendo uma moto e um Monza. Segundo populares, na moto estavam duas jovens e o piloto. Ele era conhecido como Iran do Açougue, morava em Bela Vista de Covas, município de Itiúba, e teve morte imediata. As duas jovens foram encaminhadas para o hospital de Ponto Novo, mas uma delas, identificada por Zélia Ribeiro dos Santos, 25 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu em seguida. A outra, Naiara de Sousa Araujo, ia completar 22 anos no próximo dia 01, morreu na manhã de hoje (24).

Na colisão frontal, a moto ficou partida ao meio e o corpo do motociclista estendido no meio da pista.

O motorista do carro conhecido por "Galego", fugiu do local, mas de acordo com informações chegadas ao Portal Ponto Novo, estava muito abalado e decidiu se apresentar na Delegacia antes mesmo das 24 horas para escapar do flagrante.



IRAN
Com informações: Itapicuru FM / Edição e atualização: Portal Ponto Novo / Fotos: Redes Sociais

quinta-feira, 21 de maio de 2015

David Rios: Mais recursos para Saúde


Apesar de Emenda Constitucional, promulgada em março passado, que prevê que os gastos no setor poderão chegar a 15% da receita da União até o final desta década, o Brasil ainda gasta  pouco e, o que é pior, gasta mal com a saúde. Para financiar a saúde pública, o país desembolsa o equivalente a 4% do PIB (Produto Interno Bruto), algo em torno de R$ 240 bilhões, ao ano, em valores atuais. Parece muito, é verdade, mas está abaixo dos padrões internacionais.

A França gasta 8,9% do PIB, o Canadá, 7,9, o Reino Unido, 7,7, e os Estados Unidos desembolsam 8,2. Ainda em termos relativos, na América do Sul, o Brasil perde para o Uruguai, 5,4% do PIB e Argentina, 4,9, e supera o Paraguai, 3,7%, e Chile, 3,5%. Os dados são do Tesouro Nacional.  

Entre os principais problemas da saúde no Brasil estão a falta de recursos, a gestão que carece de medidas inovadoras e os desperdícios que acarretam  uma perda de 20%  dos recursos destinados ao setor. O desafio que se apresenta neste cenário de crise econômica, com o país flertando com a recessão e submetido ao arrocho fiscal, é obter mais recursos para a saúde, sobretudo para financiar o SUS, sem a tentação de se criar um novo imposto, como a famigerada Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), por uma razão simples: o contribuinte brasileiro já não suporta o amento a carga tributária, asfixiado que está por uma tributação excessiva, quase uma nova derrama, o imposto cobrado para complementar os débitos  que os mineradores acumulavam com a Coroa Portuguesa, estopim para a Inconfidência Mineira de 1789.

O SUS precisa de mais recursos, financeiros e humanos, pois representa a única via de acesso ao atendimento médico-hospitalar para milhões de brasileiros. O Sistema representa , hoje, sem a menor dúvida, a maior política de inclusão social – inclusão na saúde – num país onde 60% da população (mais de 120 milhões de pessoas) vivem com menos de um salário mínimo mensal.  

O SUS necessita de mais financiamento, principalmente para fortalecer a atenção básica que pode solucionar 80% dos problemas que levam as pessoas a procurar  uma unidade pública de saúde, segundo o Ministério da Saúde. Mais recursos  não apenas para atender mais e melhor, mas também para poder remunerar melhor médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde, hospitais e clínicas, que amargam uma defasagem nos valores pagos pelo Ministério da Saúde.  

Levantamento recente  do Conselho Federal de Medicina (CFM) demonstrou que, de 1.500 procedimentos do SUS, 74% (1.110) deixaram de ter seus valores atualizados conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, principal indexador da inflação. 

Entre os 15 procedimentos mais produzidos no SUS, a discrepância  entre o que é  e o que deveria ser pago atinge os tratamentos de pneumonia ou influenza (87%),  o parto normal (58%), parto cesariano (64%) psiquiatria, por dia (93%), doenças infecciosas e intestinais (88%), doenças crônicas da via áreas inferiores (94%), insuficiência cardíaca (93%), outras doenças bacterianas (89%), intercorrências clínicas na gravidez (81%), diagnóstico e/ou atendimento de urgência em clínica médica (83%), curetagem nos abortamentos/puerperal (64%), AVC (88%), cirurgias múltiplas (75%) e colecistectomia (87%).

Na tabela do SUS, os valores dos procedimentos não são reajustados há sete anos. O último aumento ocorreu em 2008. Por conta da defasagem, vem diminuindo o número de hospitais conveniados e filantrópicos que atuam no Sistema, com enorme prejuízo para a população, já que apenas a rede filantrópica responde por 47% dos atendimentos. 

Portanto, esses dados demonstram, de forma inequívoca, que apesar da saúde ser contemplada com o terceiro maior gasto público (atrás apenas da previdência social e da educação), há ainda muito  o que se investir para que a saúde passe a ser, de fato, um direito de todos, e um dever do Estado, como reza a Constituição.

Alex da Piatã propõe notificação compulsória das unidades de saúde sobre casos de violência contra mulher


Em discurso no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Alex da Piatã (PMDB) defendeu o projeto de lei que institui o procedimento de notificação Compulsória da Violência contra a Mulher nos serviços de saúde, públicos e privados, no âmbito do Estado de Bahia.

Motivado pelo dado alarmante da Pesquisa do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que aponta que 23% das brasileiras são sujeitas a agressões de maridos, pais, irmãos e filhos dentro dos próprios lares, o peemedebista afirmou, em plenário, ser um defensor da segurança feminina e apontou o PL como uma das medidas que podem ser tomadas para garantir a segurança e a garantia de notificação aos poderes públicos dos casos.

De acordo com o deputado, mulheres violentadas frequentam com assiduidade os serviços de saúde. “Em geral, apresentam ‘queixas vagas’ e muitas vezes os exames não apontam resultados alterados. Plano de ação e protocolos específicos para este atendimento, assim como investimentos na capacitação de profissionais de saúde, são fundamentais para favorecer a confiança das mulheres”, disse.

“É dever do Estado e da Sociedade Civil criar estratégias para terminar com essa violência. E ao setor de saúde cabe acolher as vítimas, e não virar as costas para ela, buscando minimizar sua dor e evitar outros agravos”, completou.

Segundo Alex, as unidades de Saúde podem contribuir decisivamente para fechar o cerco contra a violência doméstica, pois os locais seriam obrigados a enviar os dados, as estatísticas seriam alimentadas e novos planos de ações poderão ser pensados.

No projeto também fica criada no âmbito da Secretaria da Saúde a Comissão de Acompanhamento da Violência Contra a Mulher, com o intuito de acompanhar o cumprimento da lei, caso seja aprovada na Casa Legislativa e sancionada pelo governador Rui Costa (PT)

TRAMITAÇÃO – Ainda no discurso, Alex parabenizou o presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT) pelo encontro realizado com seus pares no intuito de firmar o compromisso de dar maior celeridades aos projetos de autoria dos próprio deputados na Casa. “Nós temos que ter um debate de ações, de projetos e não um discurso partidário. Creio que se, de fato, o presidente conseguir colocar em prática essa ação, que visa agilidade, ganha o Legislativo através de sua imagem perante a sociedade”, disse.

Outro assunto que foi pincelado pelo peemedebista foi o Vitória. Ele parabenizou as equipes sub 17 e sub 20 e até brincou: “Seria bom esse sub 17 jogar no lugar dos profissionais”, afirmou.

Bahia Comunicação Assessoria

Carlos Brasileiro vai para o segundo escalão da articulação política


{Por Fernando Duarte}
Considerado “sombra” do líder do governo Zé Neto (PT) enquanto esteve na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o ex-secretário estadual de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Carlos Brasileiro (PT), foi para o segundo escalão da Secretaria de Relações Institucionais (Serin). Com bom trânsito entre os deputados, Brasileiro foi nomeado nesta quinta-feira (21) para o cargo de assistente do quadro especial da Casa Civil, porém trabalhará na Serin. Como à época em que esteve na AL-BA no exercício do mandato de deputado, quando era carinhosamente tratado como “Carlinhos” por Zé Neto, era um dos articuladores do governo Jaques Wagner, Brasileiro deve exercer papel similar na gestão Rui Costa – exatamente quando deputados reclamam da dificuldade de relacionamento com o titular da Serin, Josias Gomes. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta.

Bahia Notícias

terça-feira, 19 de maio de 2015

Vereadores de Feira de Santana ficam revoltados após padre chamá-los de ladrões



Na segunda-feira (18), o vereador da cidade baiana de Feira de Santana, David Neto (PTN), fez duras críticas ao padre José Rodrigues, que teria chamado os vereadores de ladrões. O pároco teria feito a declaração durante uma missa ocorrida na última quinta-feira (14).

“Sou católico, mas também frequento muito igrejas evangélicas. Não condeno religião nenhuma, mas esta semana fiquei surpreso com uma situação que tive conhecimento: de que um padre na Igreja Senhor dos Passos teria afirmado que a Câmara tinha 21 ladrões”, lamentou.

Para o vereador, a declaração foi um despreparo do eclesiástico. “Acredito que seja um padre despreparado. Eu pergunto se este é um homem de Deus? Inclusive, ligaram para mim assustados, um homem de Deus que ama o próximo agir assim?”.

Ainda na oportunidade, a vereadora Cíntia Machado (PSC) disse que a declaração do padre cabe uma ação judicial. “Se tivermos testemunhas, nós podemos entrar com uma ação coletiva”, afirmou a corregedora da Câmara.

David afirmou que é preciso perdoar e que não seria necessária ação judicial, mas sugeriu uma moção. “Acho que temos que aprender a perdoar e dar esta lição, pois se entrarmos com uma ação, nós estaremos fazendo isso contra a Igreja Católica. Mas, eu acho que deveria ser feita uma moção de repúdio pelo que ele falou”, disse. (Foto: Franklin Doria)

segunda-feira, 18 de maio de 2015

ELEMENTOS SÃO PRESOS POR PORTE ILEGAL DE ARMA E TENTATIVA DE ROUBO NO POVOADO DE CARRAPATO EM ITIÚBA


Três elementos foram presos no povoado de carrapato em Itiúba por volta das 22:00h da última sexta feira (15), por policiais da 5ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar por tentativa de roubo e porte ilegal de arma de fogo.

Os três criminosos tentaram assaltar um homem, realizando disparos, mas a vítima conseguiu escapar e, em seguida, procurou a PM.

Os suspeitos foram abordados e com eles foi encontrado um revólver calibre 38 com quatro cartuchos deflagrados.

Adenilton Pereira da Silva, 32 anos, Arnaldo Rosa dos Santos, 63 anos e Luziane da Silva Araújo, 19 anos, foram apresentados, juntamente com a arma, na delegacia de Polícia Civil de Senhor do Bonfim.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

VEREADORA CRISTINA DE EVALDO NA SESSÃO DE 12.05.2015